Por acaso… bolo vegano!

E mais uma vez a sorte soprou a nosso favor, novamente encontramos uma opção vegana quase sem querer. Trata-se do pessoal da Fome de Bolo, uma pequena e simpática loja de bolos que fica na Rua Fernandes Vieira, 666, bem pertinho da esquina com a Avenida Osvaldo Aranha, em Porto Alegre.

Um dia desses a gente foi levar os cachorros para passear na redenção, aproveitar para fazê-los correr bastante, já que fazia um dia quente mas nublado, com cara de chuva. Após o nosso passeio, voltamos caminhando e no trajeto passamos pela Fernandes Vieira. Foi então que uma bicicleta toda decorada no meio da calçada nos chamou a atenção: “Olha, uma loja de bolos. Será que eles tem opção vegana?”, pensamos.

Coisa mais querida essa bicicleta!
Coisa mais querida essa bicicleta!

Acreditando que tínhamos pouca chance de encontrar uma opção, entramos na loja para perguntar e para nossa surpresa a resposta foi positiva! Eles tinham um opção de bolo de chocolate vegano. Claro que antes de comemorar a gente confirmou várias vezes que não havia nenhum ingrediente de origem animal.

O interior do Fome de Bolo.
O interior do Fome de Bolo.
Finalmente o bolinho. (Note que não aguentamos e comemos antes de tirar a foto :D ).
Finalmente o bolinho (Note que não aguentamos e comemos antes de tirar a foto 😀 ).

O Fome de Bolo é um lugar bem bonito que oferece bolos para levar. O bolinho de chocolate vegano que comemos estava muito gostoso, no entanto era a única opção que tínhamos para comprar, todos os demais produtos da loja (e eram muitos) continham algum ingrediente de origem animal. A gente adorou a descoberta dessa opção, mas seria difícil voltar lá tão cedo, pois apesar de eles terem uma vasta opção de bolos, uma só é vegana. Voltaríamos muito mais cedo e com maior frequência se houvesse mais opções. 😉

Nota: **

Fica aí a dica do Veganista!
Quer sugerir um lugar pra gente visitar? Envie um e-mail para falecom@veganista.online 😉

Agradável surpresa no Bourbon Country

Hoje a gente vai compartilhar uma opção vegana que descobrimos por acaso. Na semana passada, fomos ao shopping Bourbon Country para um show e aproveitamos para passar na Livraria Cultura e buscar uns livros que havíamos encomendado. Enquanto aguardávamos pelo show tivemos a grande ideia: “Que tal tomarmos um café?”. Aproveitamos que nos encontrávamos dentro da livraria e fomos tentar encontrar alguma opção vegana no cardápio. Nada. Simplesmente nada sem produtos de origem animal (fora o café, obviamente).

O Petites Délices.
O Petites Délices.

Bem, foi aí que decidimos tentar nossa sorte no Petites Délices, cafeteria que fica ao lado da entrada principal da Cultura. Sentamos já um pouco desanimados, entendendo que teríamos apenas o café disponível para a gente. Foi aí que veio a surpresa, quando questionamos o garçom: “Vocês têm alguma opção vegana no cardápio?”. “Sim”, respondeu o garçom, abrindo o cardápio na página correta onde se lia “Sanduíche vegano”. O primeiro pensamento que veio em nossa cabeça foi “não só tem opção vegana como também está no menu?!”. Grata surpresa.

Mãe, estamos no cardápio! :D
Mãe, estamos no cardápio! :D

Questionamos sobre quais eram os ingredientes do tal sanduíche, “pasta de berinjela, rúcula e tomates secos”, nos respondeu o atendente. Nada mal. Decidimos então experimetá-lo junto a um expresso e uma água com gás e ficamos ali conversando e analisando o movimento das pessoas nos corredores do shopping em horário de pico.

Não demorou muito para que nosso pedido chegasse, trazendo um sanduíche de tamanho generoso em relação ao qual estávamos extremamente curiosos. A apresentação estava bem bonita, o que nos chamou mais ainda a atenção. No entanto, o sanduíche ficou um pouco abaixo do que esperávamos. Talvez a felicidade de encontrar uma opção vegana inesperada tenha elevado demais nossa expectativa. Não é que o sanduíche estivesse ruim, ele estava bom, mas poderia estar melhor, mais recheado ou com mais ingredientes.

Porque aqui a gente não sabe comer pouco.
Porque aqui a gente não sabe comer pouco.

Sabemos que é difícil encontrar opções veganas em lugares não especializados e por isso a iniciativa do pessoal do Petites Délices deve ser muito exaltada! Ficamos imensamente contentes de saber que eles pensaram na gente. Ainda assim acreditamos que a opção disponível poderia ser melhorada e/ou diversificada. Estamos cientes que esse é um processo e somos gratos por ele já ter se iniciado no Petites Délices. Entendemos que a filial do shopping Bourbon Country é uma boa opção para tomar um café e comer algo salgado (visto que não há opções de doces veganos).

Nota: **

Fica aí a dica do Veganista!
Quer sugerir um lugar pra gente visitar? Envie um e-mail para falecom@veganista.online 😉

Almoço vegano na Petiskeira?

É claro que a gente faz parte de vários grupos veganos em várias redes sociais diferentes e em um desses grupos lemos que a Petiskeira do Shopping Moinhos de Vento teria uma opção vegana em seu cardápio. Aquilo ficou na nossa cabeça e então finalmente resolvemos descobrir se era verdade. Para não perder a viagem, telefonamos para o local e descobrimos que a opção existia mesmo, o tal bife veggie, que vem em duas versões: uma empanada (vegetariana) e uma grelhada (vegana). O que nos surpreendeu mais do que haver essa opção é que a atendente no telefone sabia exatamente a diferença entre vegetariano e vegano.

Bem, era um dia com o clima instável, típico de Porto Alegre, onde de manhã saímos de casa com 9ºC e ao meio dia os termômetros já marcam 26ºC, mas mesmo assim resolvemos caminhar até o local, aproveitar o sol que ocasionalmente dava o ar de sua graça.

Veganista chegando no Shopping Moinhos.
Equipe Veganista chegando no Shopping Moinhos.

Ao entrarmos no local rumamos diretamente para o segundo andar, a praça de alimentação. Nos aproximamos da loja da Petiskeira e resolvemos perguntar novamente para a atendente sobre a opção vegana, talvez tivéssemos dado sorte com quem havia nos atendido da primeira vez, ainda ao telefone. No entanto, o discurso foi exatamente o mesmo, ela sabia que o prato vegano era o grelhado, pois o empanado continha ovo.

A opção vegana do cardápio.
A opção vegana do cardápio.

Prontamente recebemos o cardápio ao entrar na loja, mas havia apenas uma opção para a gente ali, então fizemos nossa escolha imediatamente. Não demorou muito para que nosso almoço chegasse, composto de um bife vegetal (a base de grão de bico segundo o pessoal do restaurante) com molho vermelho levemente picante por cima, arroz integral, vagem, cenoura e um (UM!) brócolis ao vapor.

E aí, o que acharam?
E aí, o que acharam?

Ainda que não tenha nada a ver com veganismo, na hora de pagar descobrimos algo muito legal. A Petiskeira tem um aplicativo, onde você pode, entre outras coisas, pagar a sua conta sem sair da mesa. Basta pedir para a atendente o PIN do seu pedido, digitar no aplicativo e colocar os dados do seu cartão. A gente usou e funcionou direitinho.

Bem, nossa experiência com a Petiskeira foi regular. Ficamos muito felizes de descobrir que eles se preocuparam em oferecer uma opção de refeição vegana em seu cardápio e, ainda por cima, em pesquisar e treinar os funcionários para repassar as informações corretas sobre essa opção. No entanto, o prato era muito simples e era a única opção (por exemplo, não havia outro prato ou alguma sobremesa). Entendemos que é assim que se começa, mas seria difícil para um vegano que trabalha naquela região almoçar mais do que uma vez por semana no restaurante. Atualmente o colocaríamos como uma opção rápida para matar a fome.

Da próxima vez a gente vai pedalando ;)
Da próxima vez a gente vai pedalando ;)

Nota: **

Fica aí a dica do Veganista!
Quer sugerir um lugar pra gente visitar? Envie um e-mail para falecom@veganista.online 😉

PS: O pessoal da Petiskeira entrou em contato com a gente e nos informou que este prato está disponível em todas as suas lojas 😀

Matando a fome na Cidade Baixa

Dessa vez resolvemos visitar um lugar pouco procurado pelos veganos, o restaurante Temperandus Restaurante Natural, na Avenida Venâncio Aires, 68.

O restaurante trabalha somente no almoço, oferecendo um vasto buffet com várias opções veganas e não-veganas. Ao entrar no local a primeira pergunta feita foi: “Vocês utilizam carne, bacon, caldo de carne, algum outro produto de origem animal, no feijão?” e, para nossa felicidade, a resposta foi certeira: “Não!”. Ou seja, com um vasto buffet de saladas, arroz e feijão, seríamos capazes de ter um almoço completo em relação a nutrientes. No entanto, para nossa tristeza, realmente era só isso que o restaurante tinha a oferecer, as demais opções continham queijo, carne e outros produtos de origem animal.

Além disso, estava incluído no valor de R$20,00 do buffet quatro opções de suco: laranja, mix de frutas, limão e uva. Provamos o mix de frutas, apesar de o suco parecer natural era bem sem gosto, já os demais sucos não pareciam ser naturais ainda que a gente não tenha provado. Havia frutas como opção de sobremesa, já que na mesa de sobremesas abundavam os produtos de origem animal. Na saída o cafezinho também era cortesia, mas extremamente amargo e com gosto de queimado.

Nossa impressão geral sobre o local é de que vale a pena usar como um quebra-galho para o almoço, ali um vegano pode não morrer de fome, mas certamente não terá uma refeição memorável.

Nota: **

Fica aí a dica do Veganista!

Quer sugerir um lugar pra gente visitar? Envie um e-mail para falecom@veganista.online 😉