Soft opening 4

Você sabe o que é “Soft Opening”?

Imagine que você vai abrir um novo negócio, realizou uma obra no imóvel onde ele funcionará, contratou funcionários, criou sua marca, vez esforços de comunicação, etc. Tudo isso gerou expectativa nas pessoas que poderão fazer parte do seu universo de consumidores, fazendo com que elas atendessem ao seu chamado e fossem conferir os serviços e produtos oferecidos pela sua empresa. No entanto, isso era mais do que a sua equipe podia atender naquele momento, não por falta de funcionários, equipamentos, estrutura ou mesmo competência, mas porque a operação de um novo negócio sempre requer tempo de maturação para atingir o nível que você idealizou no seu planejamento. E, no fim, o resultado dessa situação é que você não consegue atender seu cliente da forma que você e ele desejavam, gerando um problema de imagem já no início da sua trajetória.

Você talvez não tenha passado por isso como empresário, devido ao seu ramo de atuação, mas certamente já passou por algo parecido como cliente. Gerou expectativa de conhecer um lugar novo, que tinha um discurso legal e que prometia uma experiência bacana, no entanto você teve essa expectativa frustrada. Isso é muito comum em inaugurações, por isso foi criado o conceito de “soft opening”, muito comum fora do Brasil mas ainda pouco utilizado aqui.

Divulgação de abertura em soft opening de uma loja de revistas em quadrinhos.
Divulgação de abertura em soft opening de uma loja de roupas.

Segundo uma matéria da Folha de São Paulo: “Para evitar situações como essas, mais empresários têm usado o conceito de ‘soft opening’. A ideia é que, antes da abertura oficial do estabelecimento, a casa reduza os preços do cardápio para compensar o cliente por eventuais erros ou, então, comece a funcionar apenas para convidados.

Dessa forma podem ser testados quesitos como serviço, fornecedores e até disposição das mesas no ambiente. Como nos ensaios que precedem o início das grandes temporadas de dança ou teatro, o ‘soft opening’ é a chance de corrigir erros e afinar tudo antes de receber o público.

Essa ‘abertura suave’ é uma prática antiga nos Estados Unidos, onde até cassinos costumam funcionar em fase de testes antes da inauguração oficial. No Brasil, a estratégia vem sendo adotada principalmente em restaurantes e bares”.

Banner divulgando o menu de um restaurante em soft opening (provavelmente com opções reduzidas).
Banner divulgando o menu de um restaurante em soft opening (provavelmente com opções reduzidas).

Complementa o Infood: “Estamos deixando de ver com frequência aquelas inaugurações em eventos glamorosos e festas badaladas, a não ser em casos muito especiais.

Até mesmo os grandes chefs têm preferido abrir os seus novos restaurantes em soft opening, pois assim conseguem uma interação maior com o seu público e têm a liberdade de experimentar seus novos pratos sem criar expectativas e muito menos frustrações.

O soft opening é uma forma simples, porém muito eficiente, de colocar um restaurante para funcionar. Resume-se simplesmente em abrir as portas após uma divulgação tímida de que, a partir daquela data, a casa estará aberta e servindo.

Um método inteligente, que proporciona ao chef e aos colaboradores experimentar cardápios, receitas inovadoras, promoções de produtos e serviços diferenciados com o comprometimento do público através de pesquisas junto aos clientes durante a sua estada na casa.”

Divulgação da abertura de um café em soft opening.
Divulgação da abertura de um café em soft opening.

Portanto, a adoção de inauguração/lançamento de novos produtos e/ou serviços dessa forma traz para todos os envolvidos a oportunidade de aprendizado, melhora contínua e desenvolvimento mútuo ao longo do processo.

Será que vem novidade por aí? 😉

FONTES:

http://classificados.folha.uol.com.br/negocios/2012/10/1171972-conheca-pros-e-contras-de-abrir-seu-restaurante-com-um-soft-opening.shtml

http://infood.com.br/soft-opening-uma-das-melhores-estrategias-para-restaurantes/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *