O delicioso La Rouge

Em um dia de semana nublado resolvemos ir visitar o La Rouge, bistrô completamente vegano que oferece aos seus clientes uma “Culinária ética, criativa, orgânica, saudável, sofisticada e deliciosa.”, conforme afirma a página do restaurante. Funcionando de segunda-feira aos sábados ao meio-dia e nas quintas-feiras  no turno da noite, o La Rouge prepara as delícias de seu cardápio a la carte na Avenida Mariland, 1587.

Conhecendo o cardápio do lugar e sabendo que apenas um prato não daria a dimensão da qualidade da comida servida lá resolvemos convidar um casal de amigos para nos acompanhar. Chegamos por volta das 12h45 e fomos recebidos com a cordialidade que é característica do local, decidimos pegar uma mesa no segundo andar do pequeno bistrô. Sentamos e calmamente escolhemos nossos pratos. Como a gente do Veganista já conhecia o cardápio “normal” do La Rouge, decidimos pedir o prato especial do dia que para nós era novidade. “Camadas de polenta de milho crioulo intercaladas com molho defumado de castanhas e espinafre, cogumelos paris salteados e pesto rosso”, vai dizer que não parece uma boa pedida? hehehe

O famoso cardápio do La Rouge.
O famoso cardápio do La Rouge.

A Nati e o Guilherme aceitaram nossas dicas para escolher os pratos. Ela decidiu pelo Tagliatelle com almondegas de noz-pecã ao molho rouge com suco de uva orgânica e ele pelo Spaghetti da horta (feito de abobrinha e cenoura) com suco de bergamota orgânica. Dois dos nossos pratos prediletos do La Rouge.

Enquanto esperávamos nossos pratos ficamos conversando, aproveitando a calma e a trilha sonora gostosa do lugar. Aliás, essa é uma característica do La Rouge, não é um lugar pra ser ir com pressa, mas sim com tranquilidade para aproveitar o clima, o lugar, as companhias e a comida preparada com tanta dedicação, cuidado e carinho.

Acabamos sendo os primeiros a comer, porque o especial do dia incluía uma entrada que chegou junto com as bebidas. Era um mix de folhas da estação, bulbo de erva-doce grelhado, cenoura baby assada, avocado e rabanete com molho de biomassa de banana verde!

O mix de folhas. A fome era tão grande que a gente deu uma garfada antes de tirar a foto.
O mix de folhas. A fome era tão grande que a gente deu uma garfada antes de tirar a foto.

Não demorou muito para que os pratos principais chegassem e se fizesse aquele silêncio na mesa que deve ser o maior dos elogios para um chef de cozinha, todos os outros sentidos ficaram em segundo plano enquanto degustávamos as maravilhas preparadas pelo pessoal do La Rouge.

Polentas em camada e água com gás.
Veganista: Polentas em camada e água com gás.
Guilherme: Spaghetti da horta com suco de bergamota.
Guilherme: Spaghetti da horta com suco de bergamota.
Nati: Tagliatelle com almondegas ao molho rouge com suco de uva.
Nati: Tagliatelle com almondegas ao molho rouge com suco de uva.

Ainda que uma imagem valha por mil palavras a gente vai dizer, o almoço estava sensacional! A qualidade e o cuidado com todo o processo na preparação dos pratos é impressionante fazendo com que a comida do La Rouge certamente esteja entre nossas preferidas na cidade.

Nota: *****

Fica aí a dica do Veganista!
Quer sugerir um lugar pra gente visitar? Envie um e-mail para falecom@veganista.online 😉

Um café natural

Dessa vez a gente foi dar um conferes no VIDAL mercearia + café que fica na Mata Bacelar, 52. Pra quem não conhece a rua (a gente não conhecia 😀), ela fica pra trás da 24 de Outubro, pertinho da Nova York.

Visitamos o local no final de semana e ao chegar descobrimos que estava acontecendo uma feirinha com música ao vivo, complementando de forma bem interessante a experiência que tivemos.

O café, que diga-se de passagem é muito aconchegante, fica nos fundos do imóvel, criando uma atmosfera receptiva que nos fez ficar mais tempo conversando e apreciando o local do que o que tínhamos programado. Além disso, o Vidal tem como foco oferecer produtos que utilizam insumos orgânicos, sem conservantes, sem corantes, etc.

Ficamos muito felizes de receber uma resposta clara para a pergunta “tem alguma opção vegana?”. A moça do caixa imediatamente nos ofereceu as duas opções que a casa tinha (podia ter mais né?), dentre as quais escolhemos o muffin de banana com cacau acompanhado de um expresso duplo.

Nossa experiência lá foi bem bacana, mas não é um lugar com muitas opções veganas. Atendeu a nossa demanda por um doce com café, mas não sei se teríamos conseguido satisfazer uma fome maior.

Nota: ***

Fica aí a dica do Veganista!
Quer sugerir um lugar pra gente visitar? Envie um e-mail para falecom@veganista.online 😉